sábado, 4 de julho de 2009

Do herói ao fim - Parte IV

Parte IV

Desde a assembléia...
se passaram 2 meses
o mesmo tempo que
levou nosso herói
até chegar a nova terra
ao sul da majestosa Inglaterra
terra de nobres e reis
terra que lhes fornece o pão
terra onde lhe és incubido viver

O portão se abrira...
Nosso herói adentrou
Tamanha semelhança com a outra terra
fez ele quase desistir
de pedir abrigo ao senhor feudal
mas, virando seu rosto ao povo
pode ver sua escolha
e decidira ficar.

O herói foi de encontro ao senhor
lhe oferecendo vassalagem e
nobre virtude que é a fidelidade
de permanecer mesmo perante
a uma guerra
desde que suas vontades lhe fossem
acatadas com veemência
e beijou a mão do nobre.

Do mesmo jeito nosso herói agira
com todos os outros senhores
ao qual já pertenceu...
Fidelidade
não é a virtude mais vista na doce
Inglaterra
a terra onde lhes fornece o pão...
a terra de onde nasceram...
e pretendem padecer...
ó nobre
o povo lhe clama como rei!!!
escutai nossas petições!!!
e fazei-nos justiça
ao qual lhe aprouver de juízo.

A concessão lhe fos feita
e as nobres ferramentas lhe foram dadas
a inxada, o prego, o martelo
o arado, a porção de terra
a água, as sementes
vosso deus lhe deu a força
vosso deus lhe deu tão nobre terra
vosso deus lhe deu o amor
se achais ouro todo ele é do senhor
que repartira da sua bondade com o rei
se achais boa safra
um banquete será oferecido no castelo
para o rei e alguns nobres convidados
acates as leis
que nada se diferenciam
e serás bem querido em minha terra
e tudo isso...
o herói terá que concordar
até o fim de seus dias...


Por enquanto o maior dos episódios, esse faz alusão ao patriotismo, muito vivido na época e também nos dias de hoje. Principal fator que levou o mundo a 1° guerra mundial.
Mais dois blogs, que eu visito. Agora 2 blogs no quesito humor.
Nightsy e Tironas. São excelentes.

3 comentários:

Rabiscando disse...

Parabéns pelo blog, vou ter q voltar para ler os outros episódios.

1 beijo!

Vieira Calado disse...

Obrigado

pelas palavras amáveis

deixadas no meu blog.

Abraço

Thiago Assis disse...

engraçado como a suserania e a vassalagem continuam até hj.