sábado, 6 de dezembro de 2008

Eu não mudei

Bem, fazendo um balanço sobre a minha vida, da infância até a maioridade.
Vejo que eu mudei pouco, praticamente ainda sou o mesmo.

Quando criança detestava locais fechados com som alto, pouca luminosidade.
Detestava cerveja, roda de pagode, conversas sem fundamentos, falar mal da vida dos outros, entre outros.
Detestava brigar, não via a razão de usar violência, detestava gritar sem ter nenhuma razão.

E ainda hoje continuo detestando tudo isso...

Minha grande diversão quando criança era andar de bicicleta, cheguei a andar em um dia 6 horas direto.
Sempre gostei de locais abertos, arejados, com aparência agradável, bem freqüentados.
Ex.: A quinta da boa vista, o jardim botânico, e outros do gênero.
Continuo gostando do meus primeiros cd´s de rock,
ex: Fruto Sagrado - Distorção(bem pesado)

E hoje continuo gostando de tudo isso...

Me analisando, eu vejo que eu não mudei minhas características e me sofistiquei mais, e ainda to realizando meus sonhos, me redescobrindo.

Quando criança escrevia histórias loucas, hoje escrevo um blog, e leio muito.
Quando criança resumia meus pensamentos a um livro, agora eu posso pesquisá-lo em vários.
Quando criança cantava músicas de apenas uma banda, hoje eu to mais abrangente.
Quando crianças enxergava o mundo de uma forma tão pequena, e hoje vejo que a porção de luz é maior que a das trevas.
Quando criança eu pensava só haver um lugar para me esconder e para me achar, hoje eu sei que há vários lugares para me esconder e apenas um para me achar(dentro de mim mesmo).

A visão de uma criança é uma visão pequena, porém é muito autêntica, demonstra sua personalidade e se não for mudada quando criança, ninguém mais o mudará.

11 comentários:

Thiago Assis disse...

Eu não sei, mas acho que eu mudei mais do que você. Já começa que quando eram pequeno o que mais gostava era daqueles corrinhos de brinquedo... hoje nem de carro eu gosto muito. Uso pq enfim, é preciso ^^ mas não fico horas olhando fotos de carros importados e tal...

E isso foi só a mais leve das mudanças.
uhauhauhahuuahhuahuahuah

Thiago Assis,
www.thiagogaru.blogspot.com

Danielle N.D disse...

tbm espero coisas boas! :D
tomara que haja sempre inspiração, pq ultimamente tá difícil :s

aaah, gostei do que vc escreveu.
quando criança TUDO é mais fácil...
e se não mudou qndo pequeno, não mudará mais mesmo !

mas ás vzs, mudar nem é necessário.
depende do ponto do vista.
aah vou aprar de escrever, cheia de sono, falando coisa com coisa.

mas é, esperaremos coisas boas então.

boa semana :}

Silas disse...

varia pra cada pessoa, eu só acho que eu não mudei. Minha personalidade foi forte desde criança. rsrs
Só amadureci.

Wilian Shopenhauer disse...

Olá Silas.

Realmente, é muito do ponto de vista.

Quando criança fui muito elétrico, bagunceiro e coisas do gênero.. mas acho que isso foi muito bom para o meu desenvolvimento...

Hoje com 16 sou um adolescente responsável e com visão de futuro que infelizmente a maioria dos jovens de hoje em dia não tem.

Gostei do seu blog. Com o tempo vou ler os demais posts e vou retornar, concerteza. ;D

Forte Abraço.

By Wilian Shopenhauer

Wilian Shopenhauer disse...

Obrigado!

Que bom..ler é uma prática muito saudável.. =D

Que livro? (curioso)

...

By Wilian Shopenhauer

Brazil disse...

Caro SILAS, valeu pela visita no Blog RESPEITO À VIDA, e pelo seu comentário mto gentil, de quem gosta de filosofia. Pois é, minha definição de filosofia é... PENSAR O PENSAMENTO HUMANO. Por este seu post q li agora, vc tb é um filósofo, naturalmente. Estudar filosofia é bárbaro, mas graduação em filosofia só habilita p ser professor. Assim, depois de fazer a sua graduação p atuar no mercado de trabalho em outra profissão, quem sabe um dia vc tb não faz uma PÓS-GRADUAÇÃO em filosofia?

Brazil disse...

Por este seu post, onde vc procura refletir filosoficamente sobre a sua existência, lembrei-me imediatamente de um texto mto legal do SATRE chamado O EXISTENCIALISMO É UM HUMANISMO. Achei alguns sites de pessoas q não conheço q falam sobre ele, e q talvez possam lhe interessar... http://i.s8.com.br/dvds_productdetails.asp?Query=MixProductPage&ProdTypeId=6&CatId=37508&PrevCatId=37058&ProdId=1976192 http://suelymonteiro.blogspot.com/2008/10/o-existencialismo-de-sartre.html http://cynthia_m_lima.sites.uol.com.br/jeanps.htm http://sincronia.cucsh.udg.mx/silveirainv02.htm http://www.consciencia.org/forum/index.php/topic,1179.0.html etc.

Brazil disse...

FINALMENTE, qto ao Voltaire, q vc pediu, ano passado leram trechos de um dos textos dele p mim, e achei fantástica a crítica inteligentíssima q ele faz ao olhar antropocêntrico do ser humano. Vou procurar o trechinho p publicar no Blog RESPEITO Á VIDA em sua homenagem. Desculpe-me se demorar mais de mês, mas vai rolar. Por hora, fica a sugestão deste livro dele aqui... MICROMEGAS. Vc pode ver no site... http://www.submarino.com.br/produto/1/1935437/micromegas+e+outros+contos Mas a turma por aqui costuma comprar em sebo, q é mais barato. Gde abç, boa sorte e não se preocupe se vc gosta de ficar se perguntando sobre as coisas da vida: isto é um sinal de q vc (e seus amigos aqui do post, pelo q vi) é um FILÓSOFO NATO :-)))

Wilian Shopenhauer disse...

Huumm.. Voltaire, grande nome no hall de filósofos.

Legal. Quando acabar me conta quais foram suas reações.

Forte Abraço.

By Wilian Shopenhauer

Marcella *-* disse...

Parabéns pelos pensamentos, tudo o que você disse foi muito bonito!
Me indentifiquei com a parte aonde você diz que quando criança escrevia história e hoje escreve em um blog.
Quem sou eu, uma menina de treze anos para aconselhar um rapaz de 18? Mas nunca deixe de escrever, suas palavras escondidas em um caderno terão mais valor no futuro do que letras digitadas, lidas através de uma tela...

Obrigada pela visita ao meu blog, vou te adicionar aos favoritos porque eu realmente gostei. Volte sempre lá xD

Silas disse...

pois é marcela, ainda tenho histórias fora do blog, bem como no post "Eu apenas me sofistiquei".
E isso é bom.